Não. Nada. Faremos a migração pela modalidade de "transferência de custódia", também conhecida como "portabilidade de investimentos". Isso dá um pouco mais de trabalho, mas é muito melhor do que vender tudo e recomprar tudo de novo.

E, como sempre, a Vérios vai ficar com o trabalho e você com o benefício. 😉

Encontrou sua resposta?