Os novos aportes serão divididos entre as classes de ativos que fazem parte da sua carteira, seguindo a alocação escolhida para você. Cada novo aporte é utilizado para rebalancear a carteira.

Dessa forma, nós aplicaremos primeiro nos ativos que estiverem mais distantes da alocação ótima, de maneira a promover o rebalanceamento e contribuir para que a carteira volte a ficar o mais próxima possível da sua alocação, sempre levando em consideração os custos de aquisição dos ativos.

Encontrou sua resposta?